top of page
  • Foto do escritorMarcelo Nogueira

Estrabismo. Entenda suas causas e tratamentos

Atualizado: 25 de ago. de 2022


Estrabismo é uma alteração sensório-motora, no qual os olhos não fixam o mesmo ponto no espaço devido a um desalinhamento dos eixos visuais, fazendo com que cada olho receba uma informação visual diferente.

Para entendermos melhor, precisamos saber que em uma visão saudável, onde não existe estrabismo, chamada de ortoforia, ao fixar um objeto de longe os dois olhos estão alinhados, com seus eixos visuais paralelos e fixando o mesmo objeto, ou seja, a retina dos dois olhos recebem imagens praticamente iguais. Já na visão de perto, os eixos visuais devem formar um ângulo entre si para manter a fixação dos dois olhos sempre no mesmo objeto. Recebendo imagens parecidas nos dois olhos o indivíduo junta essas duas imagens em uma só, fazendo nosso cérebro perceber as imagens que recebemos em nossos olhos como se fosse uma única imagem, essa habilidade chamamos de fusão.

O que mantém os olhos alinhados é justamente essa habilidade da pessoa em perceber a visão dos dois olhos de forma simultânea e controlar o movimento dos olhos para manter a fixação binocular.

Diferente do que a maioria das pessoas pensam, na maior parte dos estrabismos não existe grandes problemas nos músculos, ou seja, o olho em separado pode olhar para qualquer direção, o que existe é sim um problema na habilidade de coordenar os movimentos entre os dois olhos para manter o alinhamento.

Quando acontece o estrabismo, surgem alterações sensoriais que variam de acordo com cada indivíduo, dependendo do tipo de estrabismo e também de quando acontece o inicio do desvio.

Os estrabismo podem acontecer em todas as distancias visuais, ou seja, apresentar o desvio ocular tanto olhando para longe como para perto, ou então existir apenas quando utilizada a visão em alguma distancia especifica, por exemplo, o estrabismo pode estar presente apenas em visão de perto.

Eles podem ser manifestos ou latentes, manisfestos são os estrabismo que ficam perceptíveis por todos, já os estrabismos latentes são desvios que o próprio sistema visual e ocular do indivíduo consegue compensar, os desvios latentes só são encontrados durante a avaliação e percebidos pelo especialista. No caso dos estrabismos latentes, mesmo que o indivíduo mantenha os olhos alinhados, existe um esforço para manter esse alinhamento, podendo causar diversos sintomas visuais, além de poder se tornar posteriormente um desvio manifesto.

Existem também estrabismos súbitos, também conhecidos como paralíticos, onde por alguma causa como trauma, diabetes, hipertensão ou idiopáticas, um ou mais músculos oculares deixam de funcionar corretamente, causando de imediato visão dupla.

O estrabismo gera diversas alterações sensoriais como diplopia (visão dupla), supressão parcial ou supressão total da visão do olho desviado, alteração da correspondência sensorial entre a retina dos dois olhos, etc., dependendo de quando acontece o inicio do problema.


Tratamentos:

O tratamento dos estrabismos vai depender principalmente de suas causas e das alterações visuais e oculares causadas pelo desvio, podendo ser corrigidos com óculos, ortóptica e terapia visual e em ultimo caso por cirurgia. Em todos os casos a ortóptica e a terapia visual podem trazer excelentes resultados, seja na correção, melhora dos sintomas ou até mesmo após a cirurgia para melhorar e equilibrar o sistema visual.

A ortóptica e terapia visual utiliza de técnicas comprovadas para treinar os olhos e o cérebro para existir consciência visual e conseguir manter os olhos sempre alinhados.

O estrabismo pode ser tratado em qualquer idade, porém o quanto mais rápido for descoberto e mais precocemente for iniciado o tratamento, maiores as chances de sucesso.

A dica para prevenção em crianças e adultos é visitar regularmente um optometrista e percebendo qualquer anormalidade o mais rápido possível procurar um especialista.


Marcelo Nogueira é optometrista em Optocentro saúde e reabilitação visual em Itapetininga-SP

Especialista em ortóptica e terapia visual, possui anos de experiência e sucesso no tratamento de estrabismo.

Agende já a sua consulta


431 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page