top of page
  • Foto do escritorMarcelo Nogueira

Optometria comportamental, quem pode se beneficiar?

Atualizado: 8 de ago. de 2022



Optometria comportamental vai muito além de enxergar ou não, também conhecida como Optometria do desenvolvimento, analisa a visão de maneira muito mais aprofundada e analisa o quanto a visão interfere no individuo como um todo.

Muitas pessoas limitam a visão em apenas a acuidade visual, que é a capacidade de enxergar um objeto nítido de longe e de perto. Para que exista visão é necessário que as células da retina e vias neurológicas que levam informações até o córtex visual funcionem corretamente.

Seguindo essa linha, num exame de vista tradicional se avalia a acuidade visual e determinam os defeitos refrativos (miopia, hipermetropia, astigmatismo...) de cada paciente corrigindo com lentes esses defeitos para que a imagem chegue com o máximo de nitidez na retina e assim resultar em uma boa visão.

O conceito de visão dentro da Optometria comportamental é mais amplo e se baseia no fato de que aproximadamente 80% de todas as informações que chegam ao nosso cérebro vem através dos olhos. Sendo assim a visão está intimamente relacionada com todas as partes do indivíduo, tudo aquilo que ela é tem relação com a sua visão.

Na Optometria comportamental não pensamos a visão apenas como uma via de entrada, mas analisamos como a visão é processada dentro do cérebro e o que isso resulta, ou seja, como o individuo reage perante as informações que a visão lhe dá.

A visão nos dá informações de onde estamos e como é o mundo a nossa volta. Onde estão os objetos, suas formas, tamanhos, cor. Essas informações quando chegam ao córtex visual são interpretadas, ganham significado. Dentro do córtex visual analisamos se o que vemos nos interessa ou não, se podemos utilizar essa informação para alguma ação imediata ou simplesmente armazenamos a informação para utilizá-la depois.

Conseguimos através da visão localizar um objeto, calcular onde está, a distancia e como temos que agir, qual movimento devemos realizar para pega-lo. Parece simples, mas para obter êxito nessa tarefa, a visão cria cálculos precisos para que os músculos se movam com precisão, cria mapas de localização, realiza estimativa de tamanho e peso do objeto. A visão portanto é a origem de todo o movimento e se não conseguirmos calcular bem visualmente, não realizaremos bem essas tarefas.

A visão se relaciona com outros sentidos, como por exemplo o sistema auditivo. O sistema vestibular e o sistema visual tem de estar totalmente coordenados para informar a posição de nosso corpo, se estamos em pé ou se deitados, ou com uma leve inclinação para algum dos lados.

Quanto ao processo de aprendizagem, é lógico pensar que na leitura ou escrita a visão é fundamental, mas é importante observar que a visão vai muito além de enxergar ou não as letras no caderno. Quantas vezes a criança enxerga tudo com nitidez, mas não consegue entender o que está lendo, não consegue processar a informação visual que está recebendo.

Nossos cérebros são tão visuais que se existe um problema na entrada, no processamento ou na saída dessas informações visuais, isso causará interferência em todo o nosso desenvolvimento. Portanto podemos ter problemas como visão embaçada, dores de cabeça, dificuldades para chutar uma bola, para segurar uma caneta, para dirigir e até mesmo quanto a forma de interação com a sociedade.

Portanto para a Optometria comportamental a visão vai muito além de ter uma boa acuidade visual, é necessário que as informações visuais sejam corretamente processadas e que a resposta a esses estímulos seja feita de maneira adequada para que o desenvolvimento e a interação com o meio ambiente seja correta.

A Optometria comportamental realiza uma analise mais completa sobre o estado da visão para entender como a pessoa organiza e se relaciona com seu entorno, encontrando possíveis falhas e propondo diferentes soluções e tratamento, com o único objetivo: que o individuo consiga obter seu máximo potencial de aproveitamento de suas informações visuais. Para garantir a sua saúde visual sempre em dia, consulte regularmente o seu optometrista.


Marcelo Nogueira é optometrista em Optocentro Saúde e Reabilitação Visual em Itapetininga-SP

Possui formação internacional em Optometria Comportamental

Agende já a sua consulta


32 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page